Invocação à Mariama

1
Dom Hélder Pessoa Câmara OFS
Dom Hélder Pessoa Câmara OFS (Fortaleza, 7 de fevereiro de 1909 — Recife, 27 de agosto de 1999) foi um bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e grande defensor dos direitos humanos durante o regime militar brasileiro. Pregava uma Igreja simples, voltada para os pobres e a não-violência. Por sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Foi o único brasileiro indicado quatro vezes para o Prêmio Nobel da Paz. Entretanto, foi acusado por seus opositores de ser conivente com o marxismo, ideologia considerada, em geral, pela hierarquia católica, como sendo contrária aos princípios cristãos. No disco de 1982, “Missa dos Quilombos” de Milton Nascimento, a oração final é Invocação à Mariama de D. Hélder, que reproduzimos aqui.





"Mariama, Nossa Senhora, mãe de Cristo e Mãe dos homens!
Mariama, Mãe dos homens de todas as raças, de todas as cores, de todos os cantos da Terra. 
Pede ao teu filho que esta festa não termine aqui, a marcha final vai ser linda de viver.
Mas é importante, Mariama, que a Igreja de teu Filho não fique em palavra, não fique em aplauso. 
Não basta pedir perdão pelos erros de ontem. 
É preciso acertar o passo de hoje sem ligar ao que disserem.
Claro que dirão Mariama, que é política, que é subversão.
É Evangelho de Cristo, Mariama. Claro que seremos intolerados.
Mariama, Mãe querida, problema de negro acaba se ligando com todos os grandes problemas humanos. 
Com todos os absurdos contra a humanidade, com todas as injustiças e opressões.
Mariama, que se acabe, mas se acabe mesmo a maldita fabricação de armas. 
O mundo precisa fabricar é Paz.
Basta de injustiça!
Basta de uns sem saber o que fazer com tanta terra e milhões sem um palmo de terra onde morar.
Basta de alguns tendo que vomitar para comer mais e 50 milhões morrendo de fome num só ano.
Basta de uns com empresas se derramando pelo mundo todo e milhões sem um canto onde ganhar o pão de cada dia.
Mariama, Senhora Nossa, Mãe querida, nem precisa ir tão longe, como no teu hino. 
Nem precisa que os ricos saiam de mãos vazias e os pobres de mãos cheias. 
Nem pobre nem rico.
Nada de escravo de hoje ser senhor de escravo de amanhã. 
Basta de escravos. 
Um mundo sem senhor e sem escravos. 
Um mundo de irmãos.
De irmãos não só de nome e de mentira. 
De irmãos de verdade, Mariama".

D Helder, 1982

Paz e Bem
Sandra e Clécia

1 comentários:

Angel@ disse...

Que texto profundo!
Que Nossa Senhora interceda a Deus por todos nós, especialmente pelos mais fracos e sofredores!
Abraços

Postar um comentário

Que a graça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo lhe acompanhem!
Seu comentário é precioso.
Muito obrigada!
Afetuosamente,
Clécia e Sandra

Related Posts with Thumbnails